14 de dezembro de 2010

Fragmentos

Rostos degradados, melancolia, solidão.
Cenários devastados, a guerra, tensão.
Sentimentos misturados, ódio, paixão.
Ritmo compassado, suor, pulsação.

Amor dilacerado, esperança, ilusão.
Nós dois, o mesmo quarto, alucinação.
Registros de momento, um quadro, negação.

Tempo corre desvairado, decepção.
Pelas ruas ando armado, proteção.
Melodia em tom menor, escuridão.

2 comentários:

Sarah Casasanta disse...

Legal!!
;)

Selene disse...

MARAVILHA GOSTO DESSE TIPO DE POESIA FORTE E "VISCERAL".